A segunda pergunta do post V.C. é para você? trata do prazo que o empreendedor imagina dispor para empreender.
Essa questão é menos sujeita à subjetividade e é mais fácil de defender a resposta “c” como a mais adequada para quem quer levantar capital com os fundos de venture capital.
As respostas “a” e “b” oferecem prazos que não são compatíveis com o timing necessário para um fundo dessa natureza.
Em menos de 3 anos é praticamente impossível construir um negócio sustentável que tenha valor suficiente para gerar retorno para o investidor. Apenas em raríssimas exceções isso acontece. Não vale a pena nem começar se você imagina que terá que voltar para um emprego antes de 3 anos.
Por outro lado se o teu plano é construir um negócio familiar para seus filhos trabalharem contigo e para depois os seus netos assumirem, então não tente captar recursos de venture capital porque o conflito será praticamente certo quando eles quiserem realizar o investimento.
O prazo de 3 a 10 anos é o prazo ideal porque é o mesmo prazo que o quotista do fundo de venture capital aceitou para receber seu capital de volta com o retorno esperado. Ao final de 10 anos quase todos esses fundos são obrigados a vender seus ativos e devolver o capital investido para seus investidores (e de preferência com um bom retorno, do contrário não investem novamente).
Pode ficar a impressão que o empreendedor precisa de muito tempo para realizar algo que tenha valor para um investidor de venture capital. Se esse foi o caso então ótimo, porque é assim mesmo. Aqueles que acham que empreender com dinheiro de investidores é moleza e ficará rico rápido, pode tirar o cavalinho da chuva. Negócios de valor que geram retorno para fundadores, investidores e principalmente para os clientes demoram para serem construídos. O estouro das bolhas mostra o quanto a “molezinha” pode explodir na cara dos preguiçosos…

admin

By admin

Related Post