Muitos empreendedores sofrem com esse dilema. A idéia já está na sua cabeça, mas por enquanto é só isso que você tem. Aí aparece uma oportunidade boa para falar com um investidor potencial, um sócio, parceiro, etc…Abro ou não abro?

O receio é que se a idéia for revelada o investidor ou futuro sócio poderão “roubar” a idéia e te deixar na mão. Por outro lado se você não sair da tranca será praticamente impossível a coisa acontecer. E aí? Minha opinião: não tenha medo, pelo contrário, quanto mais você trocar idéias sobre a sua, mais chances de melhorá-la você terá.

Uma idéia não vale quase nada, o que vale é a tua capacidade de montar um time e fazer a idéia acontecer, isso é muito mais difícil, portanto vale muito mais. É por isso que os investidores não se importam com idéias, pode contar a vontade, o que interessa para eles é quem que vai executar.

E se o investidor passar a minha idéia para uma outra empresa do mesmo setor e mais madura na qual ele mesmo já investiu? De novo, primeiro a chance disso acontecer é muito pequena, segundo uma empresa madura normalmente não terá a mesma agilidade para algo novo como alguém que está começando. Confie no seu taco.

Revelar teus planos demonstra confiança, que é um dos fatores mais importantes para fazer algo acontecer. Isso impressiona qualquer um, é ponto a teu favor. Cada conversa acaba ajudando um pouco, amadurece, molda, vai melhorando.

Por último ponho a carta da reflexão. Quando você conta a sua idéia para alguém você está fazendo um excelente exercício, você escuta a sua própria explicação, ajuda muito a afinar o discurso.

Se você tem alguma aí, escondida na tua cabeça, bote ela para fora, oxigênio e boa sorte!

admin

By admin

Related Post