Qualquer um que já tenha fundado ou pretende fundar uma empresa startup deveria ler este livro da Jessica Livingston. Ela é sócia do Paul Graham, da YCombinator.

Para quem já saltou no abismo, é uma leitura sensacional. Reconforta ver que gente tão competente e famosa, que construiu coisas tão diferenciadas, já passou pelas mesmas dificuldades, cometeu os mesmos erros que você.

Para quem ainda não tentou, é uma oportunidade única de aprender um pouco mais antes, e evitar algumas derrapadas tão comuns. As entrevistas são bem abertas e os fundadores revelam muito dos bastidores da criação de suas empresas. Apple, Lotus, Hotmail, Yahoo!, Tivo, Flickr, Excite, 37Signals, e Six Apart são algumas delas.

Nomes como Steve Wosniak, Ray Ozzie, Evan Williams, Paul Buchheit, e Craig Newmark falam sobre suas experiências sem esconder as burradas, os problemas que poucos ficam sabendo e como superaram tudo isso.

O livro é relativamente grande e a letra é pequena, mas vale cada centímetro. Muito do que tenho discutido com meus sócios, com o pessoal do GVCepe e com outros empreendedores no mercado está descrito com detalhes nas entrevistas.

Pretendo relatar em novos posts alguns trechos que achar mais importantes e começo já pela riqueza da introdução do livro:

“Determinação é a qualidade mais importante para um fundador de uma startup. A perseverança é importante porque, numa startup, nada acontece de acordo com o plano. Fundadores vivem cada dia com um sentimento de incerteza, isolamento, e as vezes falta de progresso. Além disso, as startups, por sua natureza, estão fazendo coisas novas- e quando você faz o novo, as pessoas muitas vezes te rejeitam.”

“Além de perseverantes, os fundadores precisam ser adaptáveis. Não só porque é preciso um certo nível de flexibilidade mental para entender o que o mercado quer, mas porque o plano provavelmente terá que mudar. As pessoas acham que as startups crescem a partir de alguma idéia inicial brilhante como uma planta de uma semente. Mas quase todos os fundadores mudaram suas idéias durante seu desenvolvimento”

“Começar uma startup é um processo de tentativa e erro. O que guia os fundadores através desse processo é sua simpatia pelos usuários de seus produtos e serviços.”

admin

By admin

Related Post